29 março, 2008

Neve



Serra!
Neve!
Paz!
Como percisava dela neste momento
Deste espaço todo!!!!!!

20 março, 2008

Boa Páscoa


A verdadeira origem dos ovos e do Coelhinho da Páscoa...

16 março, 2008

Deficiências

DEFICIÊNCIAS Mário Quintana
'Deficiente' é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
'Louco' é quem não procura ser feliz com o que possui.
'Cego' é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
'Surdo' é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês. 'Mudo' é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
'Paralítico' é quem não consegue andar na direcção daqueles que precisam de sua ajuda. 'Diabético' é quem não consegue ser doce.
'Anão' é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
' A amizade é um amor que nunca morre.

10 março, 2008

Violencia infantil

Este anúncio foi premiado internacionalmente, mas não passou na nossa televisão, em Portugal. Porque será? Recordo o poema da criança de 3 anos, "Meu nome é Sara ".
O meu nome é ""Sara"" Tenho 3 anosOs meus olhos estão inchados,Não consigo ver.Eu devo ser estúpida,Eu devo ser má,O que mais poderia pôr o meu pai em tal estado?
Eu gostaria de ser melhor,Gostaria de ser menos feia. Então, talvez a minha mãe me viesse sempre dar miminhos.
Eu não posso falar,Eu não posso fazer asneiras,Senão fico trancada todo o dia.Quando eu acordo estou sozinha,A casa está escura,Os meus pais não estão em casa.
Quando a minha mãe chega,Eu tento ser amável,Senão eu talvez levariaUma chicotada à noite.
Não faças barulho! Acabo de ouvir um carro,O meu pai chega do bar do Carlos.
Ouço-o dizer palavrões. Ele chama-me.Eu aperto-me contra o muro. Tento-me esconder dos seus olhos demoníacos.Tenho tanto medo agora, Começo a chorar.Ele encontra-me a chorar,Ele atira-me com palavras más,Ele diz que a culpa é minha, que ele sofra no trabalho. Ele esbofeteia-me e bate-me,E berra comigo ainda mais
,Eu liberto-me finalmente e corro até à porta. Ele já a trancou.Eu enrolo-me toda em bola,Ele agarra em mim e lança-me contra o muro.
Eu caio no chão com os meus ossos quase partidos,E o meu dia continua com horríveispalavras..."Eu lamento muito!", eu grito Mas já é tarde de maisO seu rosto tornou-se num ódio inimaginável.
O mal e as feridas mais e mais,"Meu Deus por favor, tenha piedade!Faz com que isto acabe por favor!"E finalmente ele pára, e vai para a porta, Enquanto eu fico deitada,Imóvel no chão. O meu nome é "Sara"Tenho 3 anos,Esta noite o meu pai *matou-me*.

08 março, 2008

A minha rata Zipa


Custou mas foi tambem já tenho
o meu animal no blog