25 abril, 2008

Ida ao Porto - parte II

Passamos por o que me pareceu uma pastelaria e estacionamos o carro para irmos comer.
A dita pastelaria era afinal uma padaria que só tinha pão branco e regenfas...não sabiam o que era bolinhas ou pão de mistura, mas as meias de leite estavam boas...não bebemos café pensando encontrar um sitio melhor.
Lá fomos para o carro,para irmos para a exponor,mas antes passarmos na Av. dos Aliados para bebermos o tal café.
No sinal luminoso encontramos um policia a quem perguntamos como poderíamos ir para a exponor....ele explicou que tínhamos que virar para cima mas o sinal era obrigatório virar para baixo...depois de muito explicar o sinal ficou verde...ele mandou parar o trânsito todo ... viramos para o sentido proibido por cima do passeio e tudo e mando- nos sair dali o mais depressa possível...depois disto ficamos um pouco parvos mas lá conseguimos chegar à exponor.
Estacionámos e entramos ... fomos beber café,pré-pagamento fila enorme....o Srº que recebia também servia ao balcão e não dava conta de nada...meia hora para beber o café...mas não estava mau de todo...

2 comentários:

De Bizet disse...

� o que se pode arranjar c� pelo Norte...
Um abra�o.
Carmen.

Nela disse...

Eles têm uma seta a dizer Lisboa! É o melhor...