15 dezembro, 2011

Buraco das Finanças

Óh meu rico Stº António
O que pensamos de ti
Vê se fazes um milagre
Por causa do F.M.I.

Diz-me lá tu Stº António
Pois só se vê asneira
Era só o que faltava
Era o buraco da madeira

Meu stº António milagreiro
O governo precisa de ajudas
Pois ele já está pior
Que o triângulo das bermudas

Tu Stº António milagreiro
Olha que em ti não mais acredito
Se não fazes o milagre
Pois Portugal vai a pique

Quantas vezes te pedi
Meu Stº António milagreiro
Com a falta de trabalho
Onde vou arranjar dinheiro

Eu pensei em emigrar
Será que faço asneira
Só tenho uma solução
Pois, é ir para a Madeira


Deixo aqui este poema escrito por um amigo mais conhecido pelo "Penicheiro".

Sem comentários: